|
NOTÍCIAS
|
PRISÕES
|
FALE CONOSCO
|
FONES E ENDEREÇOS
|
Login
|
 
Enviar por email Comunicar erros Receber Boletim Imprimir
Contraste
Mapa do site
RSS
Menu
Seu IP
54.166.65.9
ec2-54-166-65-9.compute-1.amazonaws.com
Woodbridge - United States - NA
Latitude : 40.552501678467
Longitude : -74.291496276855
Seu Browser
CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)
QR code
http://www2.policiacivil.sp.gov.br/x2016/modules/news/index.php?storytopic=0&start=3535
« 1 ... 705 706 707 (708) 709 710 711 ... 1001 »
Noticias em Geral : Diretor da Acadepol se despede após 51 anos dedicados à Polícia Civil
21/06/2011 16:29:12 (3593 leituras)

Na noite desta segunda-feira (20), a Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra” comemorou os 70 anos de vida e 51 de carreira de seu diretor, Marco Antonio Martins Ribeiro de Campos.

O delegado, que está se despedindo da Polícia Civil devido a sua aposentadoria, recebeu uma homenagem de amigos e funcionários, contando com a presença do delegado geral, Marcos Carneiro Lima, e de membros do Conselho da Polícia Civil.

O divisionário da Assistência Policial da Acadepol, Edemur Ercílio Luchiari, falou sobre sua presença na história da Polícia Civil: “Este cidadão tem história, e pelos lugares que passou fez sempre mais. Em 51 anos de carreira, chegou ao final com dever cumprido e com a honra ilibada”.

O delegado geral também falou sobre a dedicação de Marco Antonio Ribeiro pela instituição, das alegrias e tristezas que todos têm em uma carreira, e de tudo o que faz parte de uma vida de conquistas. “Vejo a Polícia Civil como uma instituição que amamos, que lutamos por ela, não com discurso vazio, mas na prática”. Para Marcos Carneiro, o homenageado encerra sua carreira em um departamento muito importante, visto por ele como “porta de entrada, onde se aprende a respeitar e valorizar os colegas”.

Marco Antonio Ribeiro de Campos ficou emocionado, lembrou de vários momentos de sua carreira e agradeceu o carinho e generosidade de amigos e funcionários. Recebeu uma placa como homenagem pelos 51 anos dedicados à Polícia Civil e uma caneta como presente de aniversário, que, segundo Edemur Luchiari, servirá para escrever as páginas de histórias que viveu pela instituição.

Por Silvia Freitas

Leia mais... | Mais 2672 bytes
Noticias em Geral : Diversidade é tema da Acadepol no "Seminário Luiz Gama"
21/06/2011 12:15:33 (18093 leituras)

A Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra” realiza nesta terça-feira, 21 de junho, o “Seminário Luiz Gama”, cujo objetivo é difundir a ideia da diversidade na instituição e aprofundar os conhecimentos da vida do poeta, escritor, jornalista e líder abolicionista Luíz Gonzaga Pinto da Gama. O evento acontece no auditório da Acadepol.

A mesa de honra foi composta pelo delegado assistente, Edemur Ercílio Luchiari, representando o diretor da Acadepol, Marco Antonio Martins Ribeiro de Campos; pelo delegado corregedor Délio Marcos Montresor; pelo delegado divisionário da secretaria de cursos complementares da Acadepol, Luiz Maurício Souza Blazeck: pelo diretor do Deinter 7 (Sorocaba) Weldon Carlos da Costa e pelos palestrantes: Celso Luiz Prudente (antropólogo, cineasta e educador); Mário Dirienzo (delegado de polícia, escritor e poeta) e Tabajara Novazzi Pinto, delegado de polícia e professor universitário.

Na abertura dos trabalhos, Edemur Luchiari ressaltou a importância do evento sobre a diversidade cultural e a integração cada vez maior do humanismo nos projetos da Academia de Polícia.

Na sequência, foram programadas três palestras com os temas:

- A questão da diversidade no âmbito da Polícia Civil

- Luiz Gama: herói do povo brasileiro

- A africanidade como humanismo do Século XXI


Biografia

Luiz Gonzaga Pinto da Gama, filho da valente e insubmissa negra Luiza Mahin. nasceu no dia 21 de julho de 1830, no estado da Bahia. Seu pai era um fidalgo português, boêmio, que em 1840 vendeu o próprio filho a um traficante de escravos, para pagar dívidas de jogo .

A alma de Luiz Gama era tão pura e generosa que jamais se permitiu revelar, a quem quer que seja, o nome de seu pai, que se cobriu de constrangimento com este gesto insólito e monstruoso. Já em 1848, Luiz Gama não era mais escravo, conseguindo fugir do seu último " senhor ", uma vez que carregava consigo documentos comprobatórios de sua condição de negro liberto, com os quais lhe é permitido assentar praça no Exército Brasileiro, quando em 1854 alcança o posto de cabo graduado. Luiz da Gama trazia no sangue o temperamento de negro rebelde, herdado certamente de sua mãe, Luiza Mahin, tanto é que por " atos de insubordinação " acabou por dar baixa no serviço militar, atos, que no seu entender, praticou com consciência e altivez na defesa da sua própria dignidade de criatura humana .

Foi ele que brandiu a célebre frase que afirmava de modo decisivo que " aquele negro que mata alguém que deseja mantê-lo escravo, seja em qualquer circunstância, mata em legítima defesa ! ". Segundo Américo Palha, estas palavras de fogo foram proferidas de forma corajosa, da tribuna do Tribunal do Júri .

Autor de Primeiras Trovas Burlescas de Getulino , sua poesia política e satírica, feria como a ponta de um punhal nos alvos atingidos. Abolicionista dos mais eloquentes, convivendo com Castro Alves, Rui Barbosa e Joaquim Nabuco, Luiz Gama, entretanto, não chegou a ver o triunfo de sua causa, pois veio a falecer a 24 de agosto de 1882.

Wilson Elias



Leia mais... | Mais 4787 bytes
Noticias em Geral : Bolivianos presos por trabalho escravo
20/06/2011 15:30:37 (2236 leituras)

Um casal de bolivianos foi autuado em flagrante por manter seus funcionários em regime de trabalho escravo. A prisão aconteceu no bairro do Pari, em São Paulo.

Policiais civis da 3ª Delegacia do Meio Ambiente verificaram que os empregados, também de origem boliviana, trabalhavam como costureiros sem nenhum tipo de registro trabalhista. Os patrões negavam aos funcionários o registro na carteira de trabalho. A oficina também estava em desacordo com normas de segurança e higiene.

Foi realizada perícia no local. Também foram acionados o Ministério do Trabalho e a Prefeitura de São Paulo, que irão verificar as normalidades existentes para o funcionamento da oficina de costura.


Por Silvia Freitas

Foto: DPPC

Leia mais... | Mais 1232 bytes
Noticias em Geral : Homem não vê policiais civis em viatura e é preso tentando furtá-la
20/06/2011 14:00:00 (2363 leituras)

À esquerda, a viatura descaracterizada

Com o mapeamento dos locais, dias e horários de maior incidência de roubos e furtos de veículos na área central da Zona Leste, policiais civis do Setor de Investigações Gerais (SIG) da 5ª Delegacia Seccional têm realizado várias operações para coibir esses tipos de crime, e na manhã desta segunda-feira (20), fizeram mais uma prisão em flagrante: do autônomo A.S.M.C., de 37 anos, que tentou furtar a viatura descaraterizada em que eles estavam de campana.

A viatura, um Gol Power, vermelho, que tinha os vidros protegidos com insufilme, estava estacionada na Rua Fidelis Papini, em frente ao nº 132, em Vila Prudente, área do 56º DP (Vila Alpina). Nessa rua, os policiais haviam localizado antes do flagrante um veículo Celta, prata, furtado no último dia 17, na Rua Belvedere, em Vila Clara, conforme registro da Delegacia Eletrônica.

O autônomo, que já tinha duas passagens por furto, foi autuado por tentativa de furto qualificado, quando há algum agravante, como a destruição ou rompimento de obstáculo para prática do crime – no caso A.C. tentou abrir o carro com um alicate, o qual foi apreendido.


Por Kerma Sousa Matos
Foto: SIG da 5ª Delegacia Seccional

Inaugurações : Alckmin inaugura nova sede da Polícia Civil em Avaré
19/06/2011 08:50:00 (14734 leituras)

O governador Geraldo Alckmin inaugura, na tarde deste domingo, o novo prédio do 2º Distrito Policial de Avaré. Com um investimento de R$ 615 mil, a nova unidade aglutinou o 2º e 3º DPs, fazendo o município avançar na reengenharia.

"A mudança foi pensada para melhorar as condições de trabalho dos policiais e de atendimento à população", afirma o delegado Seccional de Avaré, Jorge Cardoso de Oliveira.

O 2º Distrito Policial já existia e estava funcionando em um prédio da prefeitura. “Mesmo passando por reformas, o lugar era muito antigo, o que impossibilitava um atendimento de qualidade”, explica o delegado. Já o 3º DP funcionava em um imóvel alugado pela Polícia Civil.

Responsável por parte do centro, zona leste e sul (50 mil habitantes) do município, o prédio começou a ser usado no dia 16 de maio.

Nova sede
Com um andar, o terreno da nova sede (1,7 mil metros quadrados) foi doado pela prefeitura. A construção começou no dia 1 de outubro do ano passado e terminou no último dia cinco de maio.

O prédio, localizado na periferia do município, está totalmente acessível. “Nós temos rampas e banheiros adaptados para atender portadores de necessidades especiais”, lembra o delegado.

A planta da delegacia totaliza 551 metros quadrados de área construída. “Temos um grande saguão, onde há poltronas e uma TV LCD para o cidadão aguardar a hora de ser atendido”, afirma Oliveira.

O atendimento é feito por 12 funcionários: dois delegados, seis escrivães, dois investigadores, um agente Policial e uma carcereira. O policial responsável pelo 2º DP é o delegado Levon Torossian Júnior.

Reengenharia
“Inicialmente, o prédio foi concebido para abrigar apenas as instalações do 2º DP, entretanto, com o projeto de reengenharia da Polícia Civil, decidiu-se pelo agrupamento do 3º Distrito Policial”, explica o seccional.

Além da integração entre as duas unidades da Polícia Civil, o novo prédio trouxe outros benefício para a população de Avaré, pois o antigo prédio do 2º DP será transformado em uma sede do SAMU.

A Polícia Civil trabalha firme para melhorar as condições de trabalho e de atendimento à população. Nos últimos dois anos na região foram reformados, ampliados ou construídos os seguintes prédios:

•    A extinta Cadeia Pública, onde está instalado o plantão permanente, a Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e o 1º DP;
•    Delegacia e Ciretran de Fartura;
•    Delegacia do Município de Piraju;
•    Delegacia de Polícia de Taguaí;
•    Delegacia de Coronel Macedo;
•    Delegacia de Tejupá;
•    Delegacia de Sarutaiá;
•    Construção do prédio da Delegacia de Arandu.

Após um mês de funcionamento, o delegado seccional já vê bons resultados. “Com o novo prédio, já estamos economizando recursos e diminuindo a criminalidade”, elogia.

Serviço: a nova sede do 2º Distrito Policia de Avaré está localizada na avenida Salim Antonio Curiati, 1630 – Brás, em Avaré.

Denis Bonelli

Leia mais... | Mais 6536 bytes
« 1 ... 705 706 707 (708) 709 710 711 ... 1001 »
Ultimas prisões - operações - apreensões
Creative Commons License
O conteúdo deste site esta licenciado sob (This work is licensed under a) Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil License.
Permitida a reprodução, apenas se citadas a fonte e autoria
-
Enviar por email Comunicar erros Receber Boletim Imprimir Mapa do site
RSS
Polícia Civil do Estado de São Paulo - R. Libero Badaró 39 - São Paulo/SP - CEP 01009-000